As pesquisas Atlas tiveram o melhor desempenho entre os institutos de pesquisa nas Eleições Municipais 2020

Tanto no primeiro e no segundo turno das eleições municipais de 2020, em todas as capitais onde Atlas conduziu pesquisas de intenção de voto (São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife e Porto Alegre) o resultado final da votação veio mais próximo às nossas estimativas que as de qualquer outro instituto de pesquisa.

Desempenho comparativo dos institutos

As pesquisas públicas Atlas tiveram o melhor desempenho em 3 ciclos eleitorais consecutivos:

Eleição Presidencial - Argentina - 2019 erro médio: 0,62 p.p.

Eleição Presidencial - EUA - 2020 erro médio: 1,94 p.p.

Eleição Municipal - Brasil - 2020 erro médio: 3,25 p.p.

O erro médio das pesquisas Atlas nas eleições municipais foi de 2,91 p.p. no primeiro turno e de 3,46 pontos no segundo turno. Esse desempenho é inferior às nossas pesquisas nas eleições presidenciais americanas: o erro médio das pesquisas Atlas nos EUA foi de 1,94p.p.

O desvio maior das pesquisas Atlas no Brasil em relação aos Estados Unidos é explicado principalmente pelo desempenho insatisfatório das nossas expectativas em duas cidades: Porto Alegre, no primeiro turno, e Recife, no segundo turno.

No caso de Porto Alegre no primeiro turno, atribuímos a grande discrepância entre o resultado da pesquisa e o resultado das urnas à desistência de última hora do candidato José Fortunati. Suspeitamos que na hora da realização da pesquisa um grande número dos simpatizantes do Fortunati não tinha ainda decidido qual era a sua segunda opção de voto, inflando desta forma o percentual de indecisos e votos brancos e nulos. No dia da votação, esses eleitores acabaram migrando em massa para Sebastião Melo. O erro maior que o normal da nossa pesquisa de primeiro turno em Porto Alegre foi causado por um evento inesperado e que ainda não tinha sido digerido pelo eleitorado no momento da coleta dos nossos dados.

No caso do Recife no segundo turno, a pesquisa Atlas registrou uma grande resistência dos eleitores dos candidatos de direita que tinham sido derrotados no primeiro turno – Mendonça Filho e Delegada Patrícia – em declarar um voto positivo para as duas opções de segundo turno: João Campos e Marília Arraes. A pesquisa indicou corretamente uma ampla vantagem relativa do João Campos em relação a Marília Arraes nos dois grupos, sendo desta forma bastante intuitivo para vislumbrar que no momento da votação uma boa parte dos eleitores de Mendonça Filho e Delegada Patrícia que na pesquisa sustentavam um voto branco ou nulo iam também acabar escolhendo o João Campos. Mesmo assim, uma pesquisa de opinião não pode alterar seus resultados em função deste tipo de análise: se os respondentes acabam tendo um outro comportamento nas urnas que o declarado na pesquisa, o único procedimento correto é registrar a discrepância e enfatizar a importância de analises mais granulares da amostragem para além do resultado genérico da pesquisa.

Destacamos que Atlas foi a única empresa a fazer coleta de dados via web nas eleições municipais 2020; todas as outras empresas de pesquisa fizeram coleta tradicional via entrevistas face a face ou conduziram as pesquisas por via telefônica. As coletas web apresentam grandes desafios metodológicos em termos da calibragem das amostras mas ao mesmo tempo conseguem penetrar grupos inacessíveis para as pesquisas face a face e telefônicas; também preservam melhor a anonimidade dos respondentes, minimizando desta forma a possível influência da interação humana no momento da coleta dos dados, que vem sendo uma das principais hipóteses (“shy voters”) sobre os erros recentes das pesquisas de opinião nos ciclos eleitorais americanos.

Seguem quadros comparativos com os resultados das pesquisas Atlas e das outras empresas de pesquisa nas capitais com população superior a 1 milhão de habitantes no segundo turno das eleições municipais de 2020.

São Paulo - 2020 - 2º turno

Rio de Janeiro - 2020 - 2º turno

Fortaleza - 2020 - 2º Turno

Manaus - 2020 - 2º Turno

Recife - 2020 - 2º Turno

Goiânia - 2020 - 2º Turno

Belém - 2020 - 2º Turno

Porto Alegre - 2020 - 2º Turno

São Luís - 2020 - 2º Turno

Maceió - 2020 - 2º Turno

Tracking Pro

Proprietary high-frequency polling that enables you to be the first to know when public opinion shifts and the likelihood of political outcomes changes.

view

Atlas Monitor

Atlas Monitor is a customizable social media intelligence tool that provides granular monitoring of businesses, organizations, topics, political campaigns, etc.

view

Public Polls

Nationally representative polls conducted by AtlasIntel using its proprietary data collection technology and post-stratification algorythms.

view

Atlas Político

Atlas Político is a political transparency platform that empowers citizens to keep their politicians accountable.

view